02 abril 2017

Pauliceia 2.0

No dia 04/04/2017 será apresentado no Arquivo Público do Estado de São Paulo (APESP) o 'Projeto Pauliceia 2.0'.

O Projeto é desenvolvido numa parceria entre o Arquivo Público do Estado de São Paulo, a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), as universidades americanas 'Emory University" e "Brown University", e realizado com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) através do programa de pesquisas eScience, que estimula a colaboração entre as ciências da computação e outras áreas do conhecimento.

Pauliceia 2.0


Através de uma plataforma interativa na internet, o projeto pretende realizar o mapeamento colaborativo da história da cidade de São Paulo de 1870 a 1940. Nela, estudiosos e pesquisadores poderão inserir dados que sejam espacialmente localizáveis, tornando-os disponíveis a todos. A ideia básica é que esta base cartográfica seja enriquecida a cada nova informação que seja inserida alimentação.

Uma versão beta para testes estará disponível em março do próximo ano e a versão final está prevista para dezembro de 2018.

O evento é dirigido a estudiosos da história da cidade entre o final do século XIX e o início do XX. Nele, a equipe do 'Pauliceia 2.0' apresentará as ideias centrais do projeto, responderá as dúvidas dos interessados e ouvirá a opinião de pesquisadores que podem fazer uso desta ferramenta.


Hímaco
O Grupo Hímaco - História, mapas e computadores - é uma parceria da Unifesp com o Arquivo Público do Estado de São Paulo.

Fundado em 2010 pelos professores Luis Ferla e Janes Jorge, do Departamento de História da Universidade Federal de São Paulo (Campus de Guarulhos), o Grupo surgiu da vontade de implementar o uso do Sistema de Informações Geográficas (SIG) em pesquisas históricas, buscando as condições para a implementação dessa tecnologia da informação nos âmbitos do Departamento de História da UNIFESP e do Arquivo Público do Estado de São Paulo.

Os chamados Sistemas de Informações Geográficos - conjunto de sistemas de softwares e hardwares capazes de produzir, armazenar, processar, analisar e representar inúmeras informações sobre o espaço geográfico - são importantes para a análise de evoluções espaciais e temporais de um fenômeno geográfico e as inter-relações entre diferentes fenômenos espaciais. Sua utilização está cada vez mais generalizada, disseminada e diversificada como em mapas temáticos, imagens de satélites, cartas topográficas, gráficos e tabelas; no entanto, seu uso em investigações históricas é ainda introdutório.

A parceria com o Arquivo do Estado se justifica pela importância do APESP no universo da produção historiográfica e em função de seu rico acervo cartográfico, que tem servido de base para o desenvolvimento das pesquisas na área.


Sobre o evento Projeto Pauliceia 2.0
Quando:
Dia 04/04/20174
Horário: 14h00

Onde:
Arquivo Público do Estado de São Paulo - auditório.
Rua Voluntários da Pátria, 596, Santana (ao lado da estação PORTUGUESA-TIETÊ do Metrô)

Nenhum comentário:
Escreva comentários