18 janeiro, 2016

ENADE: mudanças à vista


ENADE
O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciaram no final de dezembro (2015) que o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) passará por mudanças em 2016 para aprimorar a avaliação das instituições de ensino superior.

Segundo Mercadente, na proposta do Inep, o cálculo do conceito do exame passará a conferir, no lugar de uma nota, níveis de proficiência de estudantes por curso. "O nível de proficiência dos estudantes é mais correto e mais justo, o estudante vai estar em um patamar independente das outras instituições. Hoje o resultado das outras instituições interfere demais com o conceito do Enade",

Além disso, o Enade passará a ser um dos critérios para acesso à pós-graduação e entrará no histórico escolar do estudante. Uma outra implementação será o Enade Digital, que objetiva tornar o exame universal e anual para todos os concluintes.

Todas as propostas serão discutidas, ainda, em audiências públicas.

Acesse a apresentação do Ministro sobre os Indicadores de Qualidade da Educação Superior 2014

Nenhum comentário :
Escreva comentários